Levantamento das Matrizes Tradicionais do Forró

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Minas Gerais está realizando levantamento referente às Matrizes Tradicionais do Forró com o objetivo de subsidiar o processo de registro desse Bem Cultural. Essa tradição encontra-se presente em diversos estados do país e para mapear sua existência em Minas Gerais, conhecer suas peculiaridades em cada município e ainda visando produzir o conhecimento necessário para o desenvolvimento do processo de registro, foi elaborado um questionário com o objetivo de colher essas informações dos representantes desse Bem Cultural. 

A solicitação de Registro das Matrizes do Forró como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, em conformidade com o Decreto 3.551 de 2001, foi organizada pela Associação Balaio Nordeste e do Fórum Forró de Raiz da Paraíba e recebida pelo Iphan, na Paraíba. Conforme consta da solicitação de Registro, “quanto às suas formas de expressão, seus modos de fazer, suas celebrações, lugares, instrumentos e ritmos, podemos dizer que as matrizes tradicionais do forró têm origem e formação nos sertões da região Nordeste do Brasil.”

As matrizes do forró têm contribuído há mais de um século para a construção da identidade nordestina e nacional, não apenas como um ritmo musical, mas como uma expressão cultural  enraizados no cotidiano do povo nordestino e de várias comunidades espalhadas pelo Brasil, que tem o forró como manifestação de sua cultura e suas crenças, uma marca de vivências coletivas do trabalho, de celebrações e de experiências festivas.

Onde preencher o questionário
Secretaria Municipal de Cultura, Patrimônio Cultural, Turismo, Esporte, Lazer e Juventude
Telefone: (38)3631-2872
E-mail: sectur@prefeituradesaofrancisco.mg.gov.br
Endereço: Avenida Montes Claros – Em frente a Câmara Municipal

Comentar esta publicação